quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Eu não abro mão da Palavra de Deus!



“A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros...” Colossenses 3:16a

Graça e Paz queridos! Irmãos, algo tem me inquietado grandemente nos últimos meses: A igreja do Senhor não quer mais saber das Sagradas Escrituras! Que perigo queridos, que perigo! Vivemos em tempo diferentes, complexos, cheios de modernismo em todos os sentidos e áreas, e a igreja também tem mudado. Estratégias, técnicas, novas fórmulas, inovações... É! A igreja tem tentado se adequar aos novos padrões do século XXI, mas até onde isso é saudável? Igrejas onde o púlpito já não mais existe pra tirar a “caretice” do culto, os sermões bíblicos hoje são trocados por peças, canções, “celebrações”, vídeos, por tudo. O povo não quer mais saber da Santa Palavra de Deus. “Quanto radicalismo Lankas!” Radicalismo? Me mostrem na bíblia uma passagem que me ensine que devo abrir mão dos ensinamentos bíblicos para substituí-los por inovações humanas que tiro meu blog do ar! É sobre esse assunto que gostaria de pensar juntos com os amados irmãos: Não abro mão da Palavra de Deus!
Como bem sabemos, a Bíblia sagrada é a Santa palavra de Deus que Ele próprio nos deixou como guia, como fundamento, como lei, como direção. É através dela que buscamos mais a Deus, aprendemos mais de Deus, e onde podemos achar fonte de vida, poder para transformação e poder para salvação. Sem ela não passamos de pessoas desnorteadas em um tiroteio de ideologias mundanas. Quero aqui expor alguns pontos do porque não podemos abandonar o ensinamento das Sagradas Escrituras, nem trocar a pregação da Palavra seja onde for.

1º É pode de Deus para salvação

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.”- Romanos 1:16

Como podemos levar as boas novas sem o ensino da Palavra de Deus? Como os perdidos poderão ser salvos pela Graça imerecida de Deus se não for pelo ouvir a Palavra de Deus? Irmãos prestem bem atenção. Paulo é claro nisso, não tem mistério! Sem o Ensino da palavra, sem salvação de perdidos! Lá em 1ª Coríntios 1:18 diz: “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.”  O livro de Atos, que trás o início da Igreja através dos apóstolos de Cristo me trouxe uma grande questão sobre isso. A igreja crescia, milhares se convertiam, e te pergunto: Era ou não unicamente através da pregação do Evangelho? Sim irmãos! A Palavra é o próprio poder de Deus, nunca esqueçam isso. Nunca será o jogo de luz ou o mais mirabolante evento e sua produção, mas é a Palavra de Deus que promove mudança real nas vidas das pessoas!

2º É através da Palavra que andamos em santidade.

“Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.” - Salmos 119:9

Irmãos, Deus nos vocacionou a termos uma vida em SANTIDADE! O Livro de Hebreus diz que sem santidade ninguém verá ao Senhor (Hb 12:14 ) e como vimos em salmos, é observando, ou seja, é lendo e aprendendo através da Palavra de Deus que purificamos nosso caminho, pois sem tal vida em santidade, não veremos ao Senhor, logo não entraremos no seu Reino. Isso é muito sério. Quando deixamos de lado a Palavra de Deus, caímos no erro, pois estamos negligenciando a vida em santidade que a palavra de Deus nos ordena. Veja o que o Pastor John Piper afirma: “Tirem minhas pernas, mas não minha Bíblia. Eu posso chegar ao céu sem andar, mas não sem a Palavra de Deus”. Que tremendo irmãos! Não deixe a Palavra de Deus “de lado”, pois assim ficará do lado de fora do reino de Deus.

3º Sem a Palavra, caímos por falta de sabedoria divina.

“O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não seja sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos”. Oséias 4:6
Nos como igrejas, caímos por falta de conhecer, e conhecer a sua Palavra. Quantas igrejas, irmãos, pastores, caem em falsos ensinamentos, heresias, escândalos por falta de viver a Palavra? Inúmeros! Quando trocamos a Palavra, seu ensino e sua importância em nossas vidas cairemos também em erro. Veja o que João Calvino afirma: “A verdade de Deus é mantida pela pregação autêntica do evangelho” (A arte expositiva de João Calvino – Steven J. Lawson) Não pregar a Palavra, não ensinar na Palavra, implica dizer que os ensinamentos e pregação são frutos de nossas próprias vontades, nosso querer. A igreja está submergida nos prazeres de nossos corações. A igreja caminha discipulada e ensinada em doutrinas de homens, na busca pelo culto perfeito para nossas plenas satisfações terrenas e carnais. Calvino diz também: “A igreja de Deus será educada pela pregação autentica de sua Palavra e não pelas inovações dos homens que as quais são como madeira, feno e palha” (A arte expositiva de João Calvino – Steven J. Lawson) Reflitam sobre isso também, pois perecemos por não conhecer sua Palavra. A igreja em Genebra, no século XVI, pastoreada por Calvino crescia e era referência em toda a Europa, o próprio reformador irlandês Jhon Knox, foi a Genebra para poder iniciar seu ministério, pois a igreja pastoreada por Calvino presava a pregação e a Palavra de Deus. Agora pergunto: Precisamos mesmo de algo mais do que as Escrituras? Calvino não precisou, sua piedade e seu amor pela palavra de Deus era o diferencial da igreja de Genebra. Paul Washer pontua um dos grandes problemas da igreja moderna: “Nosso cristianismo está baseado em músicos e não na Bíblia.

4º É através da Palavra que encontramos plena satisfação em Deus.

“Mas ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam.” Lucas 11:28
São palavras do próprio Jesus queridos. Questionado por uma mulher em meio à multidão afirmando ela que bem-aventurada àquela que o tinha dado a luz, Jesus afirma categoricamente que bem-aventurado são aqueles que ouvem a palavra e as guardam. O termo bem-aventurado está ligado à plena alegria, a uma satisfação plena em Deus, logo, o prazer imensurável em fazer parte do reino de Deus e sua obra. Queridos, é através da Palavra ouvida e pregada que as pessoas encontram plena satisfação em Deus, logo não sendo dominados por nossas concupiscências carnais. Somos pessoas remidas pelo sangue do Cordeiro, o Espírito Santo de Deus habita em nós, o fruto do Espirito é a evidência de uma vida em Deus, que a buscamos através da comunhão com Deus e sua Palavra. Quando prezamos em ouvir e guardar a Palavra de Deus, alcançamos plena satisfação em Deus, e assim exercemos aquilo que o Senhor nos ensina através das Sagradas Escrituras (Tg 1:22).

Queridos, percebem como a ausência de uma vida regida pela Palavra de Deus é catastrófica? É através de sua Santa Palavra que propagamos as boas novas para os perdidos que é o poder de Deus, que também andamos em santidade, que não caímos nos erros e nos falsos ensinamentos, e que alcançamos plena satisfação em Deus. Ame a palavra, viva a palavra, pregue a palavra, escute a palavra, medite na palavra. Lutero afirma: “Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias”. Devemos rejeitar tudo que não se enquadre nas Escrituras, mas para isso, precisamos de uma vida dedicada e piedosa na Palavra de Deus. Para finalizar, não poderia deixar de citar o Apóstolo Paulo. Todos sabem quem foi Paulo e tudo o que ele fez, e como ele foi usado por Deus. Em 2º Timóteo 4:14 diz: “Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos”. Paulo estava preso, e ele fez esse pedido. Sua capa, seus livros, mas ESPECIALMENTE os pergaminhos. Paulo amava as escrituras Sagradas, e sabia que continuamente deveria meditar e viver o que elas ensinam. Mesmo preso, Paulo nunca deixou a Palavra de Deus. Tomemos mais esse exemplo. Eu não abro mão da Palavra de Deus!


Lankaster A. Oliveira